José Diogo Madeira

#Natureza humana

Ilha de onde é natural ou onde reside
Flores

Profissão
Autor/meditador

Faz – ou fez – parte de alguma associação, coletividade, banda filarmónica, etc? O que o levou a envolver-se?
Sim, para conhecer e participar mais na vida cultural e social da ilha.


Qual a sua memória preferida ligada a um evento cultural em que tenha participado/ a que tenha assistido? Porquê?
A harmonia e a paz que a generalidade destes eventos transmitem, por abrirem horizontes e ajudarem a saltar para um estado de espírito mais criativo também.


Sente-se ligado à cultura nos Açores? De que forma?
Não. Acabo de "chegar" e não posso dizer que me sinta ligado à cultura tradicional dos Açores.


Considera a cultura importante para a Região? Porquê?
Sim, porque a cultura é a "cola" das sociedades e podendo ser construída, podemos escolher uma cultura que ajude as sociedades a serem mais tolerantes, integradas e felizes.


Como vê o futuro da cultura na sua ilha e na Região? O que o faz ser otimista/pessimista?
Na ilha das Flores, vejo a cultura dita tradicional (dos usos e costumes antigos) a desaparecer e a ser substituído pela fusão do que disso resta com a cultura das pessoas que estão a chegar e que, vindas de imensas paragens distintas, trazem consigo novas culturas e novas abordagens.

None