news

Azores 2027 reúne agentes culturais em "laboratórios de imaginação partilhada”

O projeto de candidatura de Ponta Delgada|Açores a Capital Europeia da Cultura 2027 – Azores 2027 – tem vindo a promover, ao longo das últimas duas semanas, uma ação de auscultação e participação dirigida a agentes de vários setores da sociedade e de todas as ilhas da Região, bem como a artistas e agentes culturais açorianos a viverem fora do arquipélago. 

Intitulado “Laboratório de Imaginação Partilhada”, este exercício já contou com a participação de mais de cinco dezenas de convidados. Trata-se de uma conversa – que tem acontecido essencialmente no formato digital –  envolvendo cerca de cinco a seis convidados e que se divide em três blocos, nomeadamente Conhecer, Problematizar, Construir, em que as pessoas dão a conhecer o seu trabalho, identificam problemas e apresentam propostas de soluções.

None

Imaginar o futuro dos Açores e imaginá-lo em conjunto é um dos grandes objetivos desta iniciativa que põe em contacto pessoas de diferentes áreas da sociedade, da cultura ao ambiente, passando pelo urbanismo, pela ação social e pelo turismo, para um encontro construtivo. Pretende-se que esta ação contribua ativamente para a construção do dossiê de candidatura do projeto Azores 2027.  

E se Ponta Delgada e os Açores vencerem o título de Capital Europeia da Cultura? Que desafios teremos que enfrentar para o fazer? Como é que a cultura pode ligar-se a outros setores da sociedade? Como pode transformar? Pode ligar a tradição à contemporaneidade? Pode ligar as nove ilhas? Pode ligar-nos à diáspora e à Europa? São algumas das perguntas a que estes debates podem dar resposta. 

Esta iniciativa de “imaginação partilhada” concorre para apontar linhas estratégicas de ação do projeto de candidatura do Azores 2027, podendo, também, resultar em projetos artísticos a serem vertidos na proposta de programação que o dossiê tem de conter.